Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
ELEIÇÃO

Divulgado resultado preliminar da eleição para diretor-geral do Câmpus Goiânia Oeste

Criado: Quinta, 13 de Junho de 2019, 10h10 | Última atualização em Quarta, 03 de Julho de 2019, 19h08

Professor Cleberson Arruda teve 49,08% de votos em relação a quantidade total de eleitores. Professora Martha Manrique teve 24,57% e abstenção de eleitores aptos foi de 25,37%

imagem sem descrição.

Aconteceu ontem, dia 12, a primeira eleição para escolha do diretor-geral do IFG Câmpus Goiânia Oeste. Participaram do processo seletivo 425 eleitores, sendo 351 alunos e 74 servidores. O professor Cleberson Arruda obteve 49,08% de votos em relação a quantidade total de eleitores aptos do câmpus. O segundo candidato, a professora Martha Manrique, obteve 24,57% de votos em relação ao quantitativo total de eleitores. A abstenção foi expressiva, de 25,37%, votos brancos e nulos representaram 0,98%. Amanhã, dia 14, será o período para interposição de recurso e no dia 17, segunda-feira, será homologado e divulgado o resultado final. Como apenas dois candidatos concorreram ao pleito, não haverá segundo turno no IFG Câmpus Goiânia Oeste.

Apesar da abstenção ter sido elevada, a presidente da Comissão Local Eleitoral, professora Fernanda da Silva Oliveira, afirmou ter sido perceptível o comprometimento de muitos alunos com o processo eleitoral: “Ao longo do dia víamos um aluno chamando o outro para votar. Vimos também alunos que não tinham aula hoje e que fizeram questão de vim ao câmpus somente para exercer o direito ao voto. Os alunos do terceiro ano dos cursos Técnicos Integrados mesmo chegaram a pedir para a Comissão Local permitir que eles votassem no dia seguinte ou que o dia da votação fosse alterado, porque na quarta-feira eles têm estágio e não podem ser dispensados. Infelizmente não conseguimos atender a solicitação deles porque a eleição ocorreu em quatro câmpus ao mesmo tempo. Mas muitos deles, mesmo estando fora do câmpus, vierem votar porque eles sabem que mesmo deixando a instituição agora, porque estão no último ano, eles sabem que existe um legado, que eles são responsáveis por colocar uma pessoa no cargo de gestão que irá garantir um bom trabalho e o crescimento do câmpus”.

Rosilene Bezerra dos Santos, aluna do segundo período do curso Técnico em Enfermagem, mostrou-se esperançosa com a votação: “Muito bom poder participar e espero que tenha melhorias para o câmpus e para todos nós”. Para Hevellyn Viera da Silva, aluna do segundo período do curso de Licenciatura em Pedagogia, considerou ser indispensável a participação dos alunos no processo eleitoral: “É importante a gente poder votar porque não fica só o pessoal lá de cima escolhendo, os alunos podem escolher, ver quais são as propostas melhores para o câmpus. Apesar de não ter tido o debate,  fiquei atenta aos panfletos que eles entregaram e o que eles apresentaram para a gente em sala de aula.

Para a presidente da Comissão Local Eleitoral, professora Fernanda da Silva Oliveira, o envolvimento dos alunos em todo processo eleitoral, não somente no dia da eleição, foi o principal ganho da eleição. “O trabalho da Comissão Local foi de tentar envolver toda a comunidade acadêmica. Ao longo dos três turnos de trabalho, nós tivemos representantes dos servidores, tanto os docentes como os técnicos, trabalhando como mesários. Nós tivemos também alunos dos cursos técnicos integrados que ainda não possuíam experiência em votação (por serem menores de 16 anos e estarem recentemente no câmpus) e que puderam vivenciar isso como protagonistas, organizando a logística da votação. E no noturno, foi possível envolver tanto os alunos do Técnico em Enfermagem quanto da Pedagogia como atuantes também no processo. Eu acho muito importante para o câmpus esse momento, claro que não conseguimos contemplar muitos alunos para participar efetivamente, mas ao longo de todo processo do trabalho da comissão foi uma parceria grande com todos os alunos. Todos vieram falar que aprenderam muito e se mostraram gratos por fazer parte desse processo. Eu acredito que, independente do resultado, o processo eleitoral em si é muito enriquecedor para os servidores e para os alunos”, declarou Fernanda.

 

Confira aqui a quantidade de votos recebidos por segmento no resultado preliminar divulgado pela Comissão Central.

 

Coordenação de Comunicação Social – IFG Câmpus Goiânia Oeste

 

Fim do conteúdo da página