Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
EXTENSÃO

Alunos da Escola Municipal São José participam do Laboratório de Ensino de Geografia no Câmpus Goiânia Oeste

Criado: Segunda, 24 de Junho de 2019, 19h42 | Última atualização em Quarta, 03 de Julho de 2019, 19h08

Laboratório é projeto de extensão com objetivo de ofertar apoio didático-pedagógico a professores e alunos da rede pública de ensino

imagem sem descrição.

Aconteceu hoje, dia 24, o encerramento do projeto  de extensão Laboratório de ensino de Geografia para apoio didático-pedagógico a professores e alunos da rede pública de ensino de Goiânia/GO. O projeto de extensão, coordenado pelo professor Leonardo Martins da Silva, iniciou no segundo semestre de 2018 e contou com a participação de alunos do curso Técnico Integrado em Nutrição e Dietética e do curso superior em Licenciatura em Pedagogia. Para o encerramento das atividades, os discente do IFG Câmpus Goiânia Oeste receberam hoje no câmpus os alunos do quinto ano da Escola Municipal São José, localizada no bairro Primavera em Goiânia.

Esse foi o segundo momento de interação entre os alunos da Escola Municipal São José com os discentes do IFG Câmpus Goiânia Oeste, integrantes do projeto. A primeira visita dos alunos ao câmpus ocorreu em novembro de 2018. Na ocasião, os alunos da Escola Municipal São José participaram de uma aula com o tema Alfabetização Cartográfica. Na segunda visita, realizada nessa segunda-feira, dia 24, o tema foi Natureza e Cerrado, a aula abordou sobre a natureza e seus fenômenos, e também sobre a sociedade e as dinâmicas espaciais. Para a realização da aula, os discentes do IFG Câmpus Goiânia Oeste, integrantes do projeto confeccionaram maquetes (produzidas em dobradura papercraft) de paisagens urbanas e rurais, maquetes com a apresentação do bioma cerrado e uma maquete realística de um vulcão em erupção. Além da explicação das maquetes, os integrantes do projeto realizaram dinâmicas sensoriais com os alunos e apresentaram algumas rochas específicas da região. No final, os alunos da Escola Municipal São José foram certificados pelos integrantes do projeto do IFG Câmpus Goiânia Oeste como Guardiões do Cerrado.

“O professor Leonardo foi de sala em sala apresentando o projeto e eu quis participar. Estou muito feliz de ter participado de um projeto tão importante como esse na nossa formação como docente. E eu tive a oportunidade de começar a envolver em um projeto desse nível, dessa qualidade, no meu segundo período de curso. Quando a gente sai do ambiente teórico e vai para a prática, a gente tem uma experiência muito rica de colocar na prática tudo aquilo que aprendemos na teoria e isso para a nossa formação é muito importante, fazer essa junção entre teoria e prática. Nesse projeto a gente vivenciou uma experiência de campo com a visita dos alunos da escola municipal. Tivemos esse contato com eles, colocamos o que aprendemos na nossa formação e aprendemos com eles também”, afirmou Telma de Jesus Santos Ribeiro, aluna do terceiro período do curso superior de Licenciatura em Pedagogia.

De acordo com o professor Leonardo Martins da Silva, coordenador do projeto, o Laboratório de Ensino de Geografia trouxe benefícios e aprendizados tanto para os alunos do curso superior como para os alunos do curso técnico: “Em relação aos alunos de Pedagogia, eu vejo que o projeto cumpriu com o objetivo de dar um suporte à formação deles como professores, como pedagogos. Em relação aos alunos do ensino médio, eles tiveram a oportunidade de vivenciar a disciplina de Geografia de forma mais aplicada, uma vez que eles participaram das oficinas de produção do material didático e tiveram mais entrosamento com a disciplina de um modo geral. E para nós, como câmpus, é bom chegar na culminância desse projeto mostrando para a sociedade goiana que o IFG é uma instituição voltada não somente para o ensino, mas também um campo de suporte para docentes que já estão no mercado de trabalho, para a comunidade acadêmica de um modo geral, através dessas ações de extensão”.

“Eu era aluna do professor Leonardo e como ele viu que eu gostava da matéria, ele me chamou para participar do projeto. Eu nem sabia que a gente ia fazer essas atividades com as crianças, mas quando eu fiquei sabendo, fiquei muito animada porque é uma coisa que eu realmente gosto de fazer. Semanalmente a gente reunia e estudava o tema que seria abordado, fazíamos a programação da aula, as didáticas que iríamos usar. E amei essa experiência. Eu gosto muito da Geografia, gosto da cartografia também, mas gosto principalmente dessa parte da natureza, sobre a conservação, eu sou uma pessoa muito ligada nisso e falar sobre isso com as pessoas que vão ser o nosso futuro é muito importante”, disse Joyce Emanuelle Messias Carvalho, aluna do segundo ano do curso Técnico Integrado em Nutrição e Dietética.

Para Marlene Rodrigues da Silva, professora da Escola Municipal São José que acompanhou os alunos na visita ao câmpus e a execução do projeto, projetos de extensão como esse devem ser incentivados: “Eu vejo que as crianças gostaram muito, é um aproveitamento muito grande para elas e eu penso que deve continuar, ou com a minha turma ou com outras turmas, porque é bem proveitoso. São assuntos que geram muita curiosidade, têm alunos que já falaram que querem fazer o vulcão igual ao que viram, que querem saber mais das rochas que foram faladas aqui, esse assunto gera muito curiosidade e com certeza irá gerar mais experiência para eles”.

O projeto contou com o apoio financeiro da Pró-Reitoria de Extensão do IFG e teve como objetivo produzir e experimentar recursos didáticos e metodologias de ensino de geografia para os processos de ensino-aprendizagem nas séries iniciais do ensino fundamental. Outro objetivo do projeto foi estabelecer elos entre a teoria e a prática para os acadêmicos do câmpus. O Laboratório de Ensino de Geografia teve como proposição a produção e o experimento de metodologias e recursos em três temas da geografia: alfabetização cartográfica, natureza e seus fenômenos, sociedade e dinâmicas espaciais.

 

Confira mais fotos da visita dos alunos da Escola Municipal São José ao IFG Câmpus Goiânia Oeste no álbum da fanpage do câmpus.

 

Coordenação de Comunicação Social/IFG Câmpus Goiânia Oeste

 

Fim do conteúdo da página