Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
Mestrado

Mestrado em Educação para Ciências e Matemática do IFG sobe para nota 4 em avaliação quadrienal da Capes

Criado: Quarta, 20 de Setembro de 2017, 09h44 | Última atualização em Quinta, 26 de Outubro de 2017, 12h50

O Mestrado Profissional em Educação para Ciências e Matemática do IFG-Câmpus Jataí obteve nota quatro na avaliação quadrienal (2013-2016) realizada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) do Ministério da Educação. O resultado foi divulgado nesta última terça-feira, 19. Ressalta-se que, em programas que não possuem doutorado, o conceito máximo é cinco.

A cada quatro anos, a Capes faz um exaustivo e minucioso trabalho, em que vários aspectos ligados aos programas e à área na qual se inserem são analisados, no intuito de examinar a qualidade da pós-graduação stricto sensu brasileira. Entre os principais objetivos da avaliação quadrienal, destaca-se contribuir para a garantia da qualidade da pós-graduação no Brasil e para o desenvolvimento de cada programa.

“Quem deve formar professores no Brasil? Quem tem seriedade e compromisso: isto trará a competência”. Foram essas as palavras da Profa. Dra. Luciene Lima de Assis Pires, coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação para Ciências e Matemática (PPGECM) durante todo o quadriênio avaliado, ao verificar a nota 4 atribuída pela Capes nesta primeira avaliação do PPGECM após a aprovação do Projeto em 2012.

Segundo a ex-coordenadora do Mestrado, é muito comum ouvir críticas de que um Instituto Federal não deve se “aventurar” a formar professores. Para ela, “ter um projeto de mestrado aprovado em primeira submissão e obter um avanço na nota na primeira avaliação veio coroar a ideia de que estamos no caminho certo e, principalmente, de que esse caminho foi construído com seriedade, com compromisso e com muita competência de todos os docentes, discentes e servidores técnico-administrativos envolvidos”. 

Profa. Luciene salientou, ainda, que a qualidade dos trabalhos e dos produtos educacionais desenvolvidos pelos alunos (e orientadores) foi avaliada com nota máxima pela Capes, bem como a inserção social do PPGECM, o que reforça o papel social do IFG na melhoria da qualidade da educação básica no país.

Ainda que esteja muito feliz com o resultado, o atual coordenador do PPGECM, Prof. Dr. Paulo Henrique de Souza, já está focado na continuação do trabalho para o novo quadriênio. Prof. Paulo Henrique está convicto de que esse resultado e a apreciação de todos os quesitos avaliados podem permitir que pontos fortes e fracos do desempenho do PPGECM sejam estudados a fim de alavancar projetos e metas para o novo quadriênio. “Esse resultado positivo na avaliação não só demonstra que a qualidade acadêmica e científica do PPGECM está em ascensão como motiva a todos nós no sentido de continuar buscando a excelência no desempenho do nosso Programa”.

 

Setor de Comunicação Social/Câmpus Jataí

Fim do conteúdo da página