Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
EMPREENDEDORISMO

Docentes do Câmpus acompanham equipes classificadas para a última etapa do Células Empreendedoras

Criado: Quarta, 05 de Dezembro de 2018, 15h08 | Última atualização em Quarta, 05 de Dezembro de 2018, 15h16

Etapa final do programa aconteceu em Olinda, Pernambuco, na semana passada

Professores do IFG acompanharam as equipes do Instituto na etapa final do Células Empreendedoras IF
Professores do IFG acompanharam as equipes do Instituto na etapa final do Células Empreendedoras IF

Os professores Wesley Pacheco e Brunna Caroline, do Câmpus Senador Canedo, acompanharam as equipes Inocência e We-Bring, do Instituto Federal de Goiás (IFG), que participaram da última etapa do programa Células Empreendedoras do IF, realizada em Olinda, Pernambuco, nos dias 29 e 30/11, durante o XII Congresso Norte-Nordeste de Pesquisa e Inovação (XII CONNEPI). Ainda do IFG, estiveram com a equipes os docentes Eduardo Noronha e Sanderson Macedo, do Câmpus Goiânia.

Wesley Pacheco é o coordenador geral do Células Empreendedoras IF e, na cerimônia de premiação, representou a Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), do Ministério da Educação. Ele explicou que o programa é uma metodologia destinada à criação e desenvolvimento de ecossistemas de educação empreendedora nos Institutos Federais. “As startups geradas têm foco no empreendedorismo social, cujo objetivo é criar negócios que produzam desenvolvimento para a sociedade e que sejam lucrativas”, explicou.

A equipe vencedora foi a Polimex: soluções em bio-polímeros, do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), que busca resolver o problema da poluição por plásticos com a produção de polímeros utilizando fontes de matéria prima totalmente renováveis. A segunda colocada foi a Inocência, do IFG, que visa atuar com a prevenção, educação e conscientização sobre violência sexual através de jogo virtual pedagógico para crianças de 7 a 12 anos. O terceiro lugar ficou com a DescarPil, do Instituto Federal de Rondônia (IFRO).

Segundo Wesley, o Células Empreendedoras IF é uma iniciativa do MEC que foi aplicada em seis Institutos Federal do país, ao longo do primeiro semestre deste ano, com foco no estímulo à cultura do empreendedorismo entre estudantes e servidores. “Divididos em equipes, os participantes foram levados a criar projetos de impacto social e tiveram a oportunidade de amadurecer a ideia ao longo de etapas, recebendo orientações e consultorias e o suporte dos docentes”, destacou.

 

Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Senador Canedo.

Fim do conteúdo da página