Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página
extensão

Seminário de Eletromagnetismo recebe projeto do CEPI Polivalente sobre a bobina de Tesla

Criado: Quinta, 06 de Dezembro de 2018, 14h10 | Última atualização em Quinta, 13 de Dezembro de 2018, 15h08

Segunda etapa do evento será realizada na próxima sexta-feira, 7, e conta com experimentos práticos na bobina de Tesla

imagem sem descrição.

 

O Instituto Federal de Goiás - Câmpus Uruaçu recebeu, na noite de ontem, 5, alunos, técnicos e professores do Centro de Ensino em Período Integral Polivalente (CEPI Polivalente), na cerimônia de abertura do Seminário de Eletromagnetismo: A Bobina de Nikola Tesla. A mesa diretora da cerimônia foi composta pela Diretora-Geral do Câmpus Uruaçu, professora Andreia Alves do Prado, o professor de física do IFG e proponente do evento, Flávio Antônio dos Santos, o professor de física do CEPI Polivalente e egresso do curso de Engenharia Civil do Câmpus Uruaçu, João Paulo Godoi Silva, e o técnico Marcos Vinícius Alves Chaves, também do Polivalente. 

Ao dar as boas vindas aos visitantes, a professora Andreia Alves agradeceu à presença dos representantes do Polivalente e destacou a importância da parceria entre o câmpus e o colégio estadual. "Estou muito feliz pela iniciativa tomada pelo professor Flávio, eventos como esse aproximam as instituições e enriquecem as oportunidades de ensino, pesquisa e extensão na região", declara a professora. 

O Seminário foi realizado em torno da bobina de Tesla, uma das criações do inventor Nikola Tesla, mais conhecido pela corrente alternada e pelo seu sistema de distribuição elétrica. Segundo o técnico do Polivalente, Marcos Vinícius, "construímos a bobina como recurso didático e experimental para as aulas de física, e trouxemos ela para o Seminário para a comunidade conhecer mais sobre as possibilidades do uso da bobina de Tesla".

Após a abertura, alunos do 4º período do curso de Licenciatura em Química do IFG proferiram duas palestras a cerca do tema. A primeira, A históra de Nikola Tesla, um dos maiores inventores da história: suas invenções e as revoluções nas indústrias nos EStados Unidos da América e no mundo, foi realizada por Adryele da Silva Ferreira e apresentou uma breve biografia de Tesla. 

A segunda, Outras invenções impactantes de Nikola Tesla; a Bobian de Tesla; a base para transmissão sem fio; o sonho da transmissão de energia elétrica sem fio gratuita para o mundo inteiro, com o estudante Lucas Silva Araujo, também do 4º período da Licenciatura, aprofundou mais nas teorias e invenções do cientista americano. 

 

Bobina de Tesla

Enquanto eram proferidas as  palestras, uma unidade da Bobina de Tesla foi instalada no pátio do Câmpus Uruaçu. Ao término da fala dos palestrantes, a comunidade acadêmica foi convidada a assistir à demonstração prática da Bobina de Tesla, a fim de apresentar os principais fundamentos do eletromagnetismo. 

A bobina de Tesla é capaz de emitir correntes eletromagnéticas, transferidas entre objetos condutores por meio do próprio ar. Em um dos experimentos, voluntários seguraram lâmpadas de neon acima de suas cabeças. Quando a bobina era induzida a liberar uma descarga elétrica, as lâmpadas acendiam, mesmo sem ter contato direto com nenhuma fonte condutora de energia. 

Em outra parte do experimento, a comunidade foi convidada a observar de perto o funcionamento da bobina. Voluntários se posicionaram dentro de uma gaiola de Faraday, estrutura metálica projetada para bloquear campos eletromagnéticos, enquanto assistiam as descargas elétricas serem emitidas pela bobina, a menos de dois metros de distância, em completa segurança. 

O professor de física Flávio Antônio, quem conduziu os experimentos do Seminário, declarou que no segundo dia do evento, que será realizado amanhã, 7, "nós iremos explicar com mais detalhes o funcionamento destes experimentos, segundo as leis do eletromagnetismo". Segundo o profressor, a bobina de Tesla também estará presente na sexta-feira, e serão repetidos estes e realizados outros experimentos. 

 

Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Uruaçu.

Fim do conteúdo da página