Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Servidor > IFG > Últimas notícias > Ação promove alimentação saudável, alimentos acessíveis e para diversos gostos
Início do conteúdo da página
Feira Agroecológica

Ação promove alimentação saudável, alimentos acessíveis e para diversos gostos

Atividade é fruto de uma ação de extensão e envolve o IFG e IF Goiano na promoção da saúde

Servidoras Denise (direita) e Renata aproveitam os alimentos saudáveis
Servidoras Denise (direita) e Renata aproveitam os alimentos saudáveis

Verduras fresquinhas, hortaliças verdes como se tivessem sido colhidas neste momento, pimenta cheirosa e colorida, pequi em pasta, quitandas artesanais e tudo limpo de agrotóxicos. A manhã de hoje, 13, começou com alimentação saudável e muita gente interessada, mesas cheias e sacolas à mão repletas de alimentos de qualidade, daqueles que a gente não vê todo dia à mesa do brasileiro e com tão fácil acesso no cotidiano. Tudo isso tem um motivo único: a primeira edição da Feira Agroecológica dos Institutos Federais de Goiás (IFG) e Goiano (IF Goiano), com envolvimento direto do Subsistema Integrado de Atenção à Saúde (Siass).

E teve quem saiu de sacola cheia. As servidoras Denise Cândido Gonçalves e Renata David Moraes não hesitaram em levar pra casa alimentos fresquinhos, orgânicos, saudáveis e limpos. Renata pontua que além de ser uma iniciativa legal, ela comemora a diversidade de alimentos saudáveis oferecidos. Denise vai na mesma linha e elogia ainda a iniciativa ser no local de trabalho. “Gostei muito da feira, é uma oportunidade de comprar alimentos saudáveis, no local de trabalho, apoiando os agricultores familiares e tendo a saúde em troca”, finaliza.  

A produtora Juslei Pimenta Costa conta que toda a produção de hortaliças e verduras trazidas por ela é feita em sua propriedade. Por meio de um trabalho familiar, eles cultivam em média 15 itens. Na feira de hoje ela trouxe pra comercializar produtos como cenoura, alface, mandioca, abóbora, dentre outros, e todos “orgânicos e com certificação”, afirma Juslei. A ideia de iniciar o plantio para complementar a renda é fruto de um episódio de alergia do filho quando ele tinha 2 anos. “Meu filho é alérgico e teve uma crise muito forte. Ele é alérgico a sulfa”, conta a produtora, que diz que estudou, passou por cursos e se profissionalizou antes de iniciar o manejo com alimentos.

Médica do Siass, Paula Christina Figueiredo comemora o resultado. Ela conta que a feira é fruto de um “constructo que se iniciou na Agro Centro-Oeste Familiar de 2018 e que se articulou desde então. Segundo a médica, “é uma oportunidade trazer pra dentro do Instituto produtos que podem contribuir para a saúde, levando alimentos limpos e sem veneno”. A oportunidade é não só para servidores, mas também uma forma de apoio aos agricultores familiares, que não são grandes produtores. Toda essa articulação materializada na feira vai “ao encontro das ações de promoção à saúde, não tornando-as tão distante”, afirma Paula. O objetivo, na visão da médica, é ir além da comunidade interna e chegar também às famílias e, principalmente, aos estudantes, que são a atividade fim dos institutos, e isso será possível com a articulação feita e que gerou a feira, o envolvimento entre instituições, setores, parceiros e produtores.

 A ação

 Na manhã de hoje, cerca de 16 produtores da agricultura familiar chegaram logo cedo na Reitoria do Instituto Federal de Goiás (IFG). Eles foram selecionados por meio de um cadastro aberto a pequenos produtores para participar da Feira Agroecológica promovida por meio de uma ação de extensão, em articulação também com o Instituto Federal Goiano (IF Goiano). A feira será realizada a partir de agora toda segunda quarta-feira do mês, das 8 às 10 horas, na Reitoria do IFG; das 11 às 14 horas, no IFG – Câmpus Goiânia, e das 15 às 17 horas, na Reitoria do IF Goiano.

A avaliação da nutricionista do Siass e membro da equipe do projeto, Adriandeny Furtado, é muito positiva. Ela considera a forma de acesso à alimentação de qualidade, por meio da feira e com produtos livres de agrotóxicos, uma valorização dos alimentos regionais, como pequi e farinhas, e de promoção à saúde.

Saiba mais sobre o projeto.

Veja as fotos da primeira edição no álbum do Facebook do IFG.

Acesse informações do edital de ações de extensão que está com inscrições abertas.

 

Diretoria de Comunicação Social/Reitoria.

 

Notícias (Servidor)

Comunicados (Servidor)

Fim do conteúdo da página