Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeitesth

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Planejamento da etapa de Goiânia do Projeto Lapassion é tema de reunião
Início do conteúdo da página
LAPASSION

Planejamento da etapa de Goiânia do Projeto Lapassion é tema de reunião

Criado: Sexta, 05 de Julho de 2019, 15h17 | Última atualização em Terça, 16 de Julho de 2019, 15h07

Na manhã desta sexta-feira, 5 de julho, uma reunião na Reitoria do Instituto Federal de Goiás (IFG) teve como pauta a apresentação e o planejamento da etapa de Goiânia do Projeto Lapassion, prevista para  o período de março a maio de 2020

imagem sem descrição.

Na abertura da reunião, o reitor do IFG, professor Jerônimo Rodrigues da Silva, destacou a importância da realização do projeto, “como forma de dar visibilidade ao IFG e ao que é desenvolvido na Instituição”. “Nós temos possibilidade de pegar as experiências positivas das etapas já realizadas e aprimorar. Podemos também envolver outras instituições. Isso é muito importante”, ressaltou Jerônimo.

O pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação do IFG, Paulo Francinete, destacou a importância da reunião como forma de iniciar o planejamento para a realização da etapa em Goiânia. “O objetivo é estabelecer o planejamento para a etapa, com participação das diversas áreas institucionais que precisarão atuar em conjunto para fazermos uma etapa que se destaque. Juntos temos condições de realizar um ótimo trabalho”, afirmou Paulo Francinete. Gestores e servidores de diversas áreas do IFG participaram da reunião de hoje.

O coordenador do Projeto no âmbito do IFG, professor Ruberley Rodrigues, apresentou o Lapassion, que “visa transferir boas práticas desenvolvidas na Europa para instituições da América Latina. Essas boas práticas consistem no desenvolvimento de projetos, por estudantes do ensino superior. Acima de tudo, devem ser desenvolvidos com paixão pelos estudantes. Até por isso o nome Lapassion”, destacou Ruberley.

O coordenador no IFG também apresentou detalhes sobre os projetos apresentados durante algumas etapas de desenvolvimento do Lapassion, a exemplo da Etapa de Santiago do Chile, que contou com seis projetos voltados ao tema: “Como melhorar as condições para o envelhecimento das populações”.

De acordo com Ruberley, neste ano a etapa foi realizada em diversas cidades ao mesmo tempo. Na etapa realizada em São Luiz (MA), por exemplo, o tema foi “Como melhorar o índice de desenvolvimento humano do Maranhão”. Foram seis projetos, sendo dois sobre Turismo. Um deles voltado para uma cidade com IDH muito baixo. Outros dois projetos foram dedicados à proteção da mulher em risco e dois dedicados a outras questões.

Em Uberaba (MG), o tema foi “Alimento para o Futuro”. Foram apresentados quatro projetos na área alimentícia. Já em Montevideu, Uruguai, os cinco projetos desenvolvidos foram vinculados ao tema “Como melhorar a qualidade de vida da infância”.

Legado do Lapassion: mobilidade estudantil internacional e nacional; parcerias internacionais; possibilidade de trabalhar com aprendizagem de projetos; capacitação de alunos em
Design Thinking, Pitch e Empreendedorismo; criação de ambientes próprios para o desenvolvimento de projetos multidisciplinares; e outros.

Preparação

Para a etapa de desenvolvimento que será realizada no próximo ano, acontecerá uma reunião de preparação em novembro deste ano, em Goiânia. “Vamos receber todos os parceiros que estarão atuando no desenvolvimento da etapa de Goiânia”, informa Ruberley Rodrigues.

Simultaneamente à etapa de Goiânia/IFG, ocorrerão outras duas etapas, uma delas no Instituto Federal do Amazonas (IFAM) e outra no IFSul. Existe, ainda, a possibilidade de ocorrer no mesmo período uma segunda edição em Santiago do Chile. Os temas propostos foram “Energias Renováveis” e “Tecnologia Assistiva”, mas eles deverão ser reformulados, conforme informou Ruberley. 

O Projeto Lapassion (Latin America Practices and Soft Skills for an Innovation Oriented Network) é um projeto do programa Erasmus +, dentro da linha “Cooperação para inovação e intercâmbio de boas práticas - Capacitação no campo do Ensino Superior”. O Lapassion envolve parceiros de Portugal, Finlândia, Espanha, Brasil, Uruguai e Chile.

O Projeto teve início teve início em novembro de 2017, durante a REDITEC de João Pessoal, onde ocorreu a primeira reunião de gestão do projeto, que contou com a participação de representantes da maioria das instituições parceiras. Participam do Projeto na Instituição, oito professores e cinco alunos de dois câmpus (Goiânia e Formosa). 


Diretoria de Comunicação Social/Reitoria.

Fim do conteúdo da página