Publicação

Professor do Câmpus Anápolis publica capítulo no livro intitulado “Verdades Contingentes”,

  • Imprimir
Criado: Sexta, 05 de Julho de 2019, 16h43 | Última atualização em Segunda, 12 de Agosto de 2019, 16h11

O professor Carlos Magno da Mata, que atua no Instituto Federal de Goiás (IFG) – Câmpus Anápolis, é um dos autores de livro “Verdades Contingentes”, lançado recentemente em Porto Nacional (TO). A obra tem a organização dos professores Maria da Conceição Ranke e Rubenilson Pereira de Araújo e abrange 12 capítulos. O docente do IFG assina o quinto capítulo denominado “O imaginário do Hilda Hilst (des) construído nas personagens infantis de Bufólicas”.

O livro é resultado do trabalho desenvolvido por um grupo participante da disciplina “Literatura e homoafetividade” que está inserida na grade curricular do mestrado de Letras com ênfase em estudos literários, ofertado pela Universidade Federal de Tocantins (UFT). Os escritores dos 12 capítulos da publicação participaram de um seminário na Universidade Federal do Maranhão (UFMA) apresentando artigos científicos com temáticas diversas em 2017. Diante da boa aceitação dos trabalhos apresentados, surgiu a ideia de compila-los no formato de livro.

O lançamento aconteceu na Feira Literária de Porto Nacional (TO) no último final de semana. A comercialização da obra literária está disponível no site da editora Metanoia (acesse aqui). Em sua sinopse, o livro informa: “A verdade enquanto tecido linguístico e ideológico, não está dada. Quando se trata de desvelar a identidade de indivíduos que vivem à margem, seja da heteronormatividade, seja das regras impostas pela sociedade. Neste livro o discurso das verdades contingentes considera a indeterminação e a imprevisibilidade da verdade e abre mão de abarcar todas as facetas discursivas numa única visão”.

 

Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Anápolis