Ir direto para menu de acessibilidade.

GTranslate - Tradução do site

ptenfrdeites

Opções de acessibilidade

Você está aqui: Página inicial > Últimas Notícias > Palestrantes utilizam memes para tratar do tema atualidades
Início do conteúdo da página
ENEM

Palestrantes utilizam memes para tratar do tema atualidades

Criado: Segunda, 20 de Agosto de 2018, 13h30 | Última atualização em Segunda, 20 de Agosto de 2018, 13h32

A internet deve ser utilizada nos estudos, mas é preciso saber selecionar e não se limitar a uma única fonte de informação

imagem sem descrição.

Atualidade com memes. Foi através desta linguagem típica da internet e dos jovens que os professores Paulo Alberto (Lobão) e Arceone Marciano (Rocha) ministraram o aulão de atualidades para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). A atividade foi realizada na tarde de sexta-feira, 17, na Biblioteca Municipal Arlete Tenório Castro e contou com a participação dos estudantes dos terceiros anos dos curtos técnicos do Câmpus.

Os palestrantes trataram de diversos temas, como armas químicas e a guerra civil na Síria; os 70 anos do Estado de Israel e a inauguração da embaixada americana em Jerusalém; a aproximação e as negociações entre as coreias; a saída dos Estados Unidos do acordo nuclear iraniano e o afastamento do país da Europa; a mudança de liderança em Cuba; a instabilidade econômica na Argentina; os documentos da CIA sobre a ditadura brasileira; e o protesto dos caminhoneiros e o preço dos combustíveis.

O professor Rocha alertou que os conteúdos sobre atualidades são encontrados na internet, mas que é preciso saber selecionar aqueles de maior rigor científico. Mais do que isso, lembrou o professor Lobão, é essencial não se concentrar em uma só fonte de informação. “Os estudantes têm de conseguir ver de várias fontes e ideologias diferentes. Têm de estar constantemente atualizados. Têm de acompanhar as notícias do dia-a-dia”, destacou o professor Lobão.

Segundo o professor Rocha, a prova do ENEM cobra do aluno que ele saiba, no mínimo, como funciona o mundo em que ele vive. “O aluno deve se inteirar para além da sala de aula. E pode buscar canais no Youtube, como o nosso, o ‘Mais Geo’, e outras páginas na internet, como o Guia do Estudante. A informação está disponível para o aluno, de graça”, ressaltou.

O aluno do terceiro ano de Mecânica, Carlos Eduardo, disse que o tema foi tratado de uma forma descontraída e de fácil compreensão, o que permitiu uma melhor fixação do conteúdo. “Foi uma aula bem legal, bem descontraída. Eu acho que deu para fixar bastante coisa porque foi apresentado de uma forma que nós, jovens, estamos bastante envolvidos, como os memes”, contou.

O professor do Câmpus Senador Canedo e organizador do aulão Rodrigo Oliveira explicou que este foi o primeiro encontro de vários que ocorrerão ao longo deste ano, nos quais os mais diversos temas de História requeridos pelo ENEM serão debatidos. “Serão vários os professores convidados que vão debater os mais diversos assuntos relativos à História geral e nacional”, afirmou.

 

Coordenação de Comunicação Social/Câmpus Senador Canedo.

Fim do conteúdo da página